Marble Surface
 
  • Fernanda Proença

Resenha: Julieta - Anne Fortier

Atualizado: 20 de fev.


Título original: Juliet

Autor(a): Anne Fortier

Editora: Arqueiro

Ano: 2010


Sem muitas expectativas em relação ao seu futuro, Julie Jacobs leva uma vida cheia de altos e baixos (mais baixos do que altps) sendo orientadora em peças de teatro de Shakespeare e vive afastada de sua família que consiste em sua irmã gêmea Janice e sua tia-avó Rose que as adotou quando seus pais morreram em um trágico acidente de carro em Siena, onde elas nasceram.

Com a morte repentina de sua tia-avó, ela acaba voltando para a casa onde cresceu e descobre que sua tia deixou a casa para a sua irmã e para ela apenas uma carta revelando que seu o verdadeiro nome é Giulietta Tolomei e que sua mãe havia descoberto um tesouro de família antigo.

Apesar de acreditar que não existe tesouro algum, ela parte para Siena e se depara com documentos velhos, entre eles, um caderno contendo desenhos de uma escultura, uma edição antiga de Romeu e Julieta e um diário de um famoso pintor italiano. Assim Giulietta acaba conhecendo a história trágica de 600 anos atrás de um jovem casal: Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti que perderam sua vidas devido ao ódio entre a famílias Tolomei e Salimbeni e com isso uma terrível maldição caiu sobre as famílias e Giulietta percebe que devido a sua linhagem, será a próxima vítima e agora terá que fazer tudo o que estiver ao seu alcance para quebrá-la antes que seja tarde demais.

Um romance envolvente e maravilhoso, se intercalando entre a Giulietta do passado e a do presente, ambas mulheres fortes que não medem esforços para conseguir o que querem, Giulietta (Julie) vai até o fim para descobrir o que aconteceu com sua ancestral e sua trágica morte para encontrar um meio de quebrar a maldição enquanto encontra o verdadeiro amor e descobre segredos relacionados a sua mãe e sua origem.


Espero que gostem e tenham uma boa leitura!!!


4 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo