Marble Surface
 
  • Fernanda Proença

#8 Resenha: A Guerra dos Fae - Luz e Trevas

Atualizado: Set 15


Título Original: War of the Fae: Darkness and Light.

Autor(a): Elle Casey.

Editora: Geração Jovem.

Ano:

OS FAE DA LUZ EM COMBATE CONTRA OS FAE DAS TREVAS

JAYNE SPARKS ESTÁ MAIS DESTEMIDA DO QUE NUNCA!



Sinopse:


O terceiro volume da série A Guerra dos Fae, Luz e Trevas, é uma vitória definitiva do estilo de Elle Casey nesta saga consagrada pelo sucesso entre os leitores jovens americanos e brasileiros.

Jayne Sparks está mais destemida, engraçada e rebelde do que nunca, tendo que enfrentar os problemas causado acidentalmente pelo duende Tim, aprender a manipular melhor os seus poderes com O Verde, conhecer traições de um grande amigo e descobrir quais são os motivos secretos pelos quais há uma guerra incessante entre os Fae das Trevas e Fae da Luz.

Seus poderes podem torná-la vulnerável às manipulações dos Fae das Trevas, e ela poderá tornar-se prisioneira de forças inimigas. Mas sua astúcia sempre estará lá. Acompanhe agora esta terceira parte agitada e emocionante.

Resenha:


Jayne e seus amigos estão de volta e agora terão que tentar consertar as trapalhadas causadas por Tim antes que o conselho dos Fae da Luz descubra e mande o pobre pixie embora.

Com a guerra cada vez mais próxima, Jayne treina cada vez mais, pois ainda não consegue controlar muito bem seus poderes e Chase não está presente para continuar ao seu lado a protegendo.

Após ser sequestrada e torturada pelos Fae das Trevas, Jayne consegue fugir e alertar os Fae das Luz sobre a aproximação deles e de que agora contam com uma nova bruxa, Samantha, a jovem que havia sido reprovada pelos Fae da Luz.

Furiosa, Jayne se joga de cabeça nos treinamentos para derrotar Samantha e Ben, quem ela considera seu inimigo mortal depois que ele se aproximou de Tony e tentou roubá-lo dela.

Este terceiro volume me fez torcer o nariz, o sumiço de Chase foi um dos motivos, apesar de ter o retorno de Tony que é outro personagem que amo. Porém, a Jayne decaiu um pouco no meu conceito, ela ainda continua forte, poderosa e boca suja, mas ela acaba sendo muito chata, arrogante e ignorante, pois fica com raiva quando não concordam com ela. Em muitos momentos o meu desejo era poder entrar no livro e dar um sacode nela e gritar um “acorda minha filha, você não é o centro do universo!”. O Tony é um ser de luz por aguentar a Jayne e todos os seus chiliques sem ter vontade de correr para qualquer lugar longe dela.

A narrativa é interessante, pois novos inimigos estão surgindo embora Chase e os outros terem sidos esquecidos no churrasco e Tim é um grande alívio cômico.


Espero que gostem e boa leitura!!!



6 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo