Marble Surface
 
  • Fernanda Proença

#7 Resenha: A Guerra dos Fae - Chamado às Armas


Título Original: War of the Fae: Call to Arms

Autor(a): Elle Casey

Editora: Geração Jovem

Ano:




CHEGOU A HORA DA GUERRA!

OS FAE DA LUZ SÃO CONVOCADOS A FAZER UMA IMPORTANTE MUDANÇA

E TREINAR SEUS DONS MÁGICOS PARA ENFRENTAR OS FAE DAS TREVAS.



Sinopse:


Jayne Sparks e seus amigos Spike, Chase, Finn e Becky estão na iminência de uma guerra sangrenta e devem sofrer uma mudança, como crianças trocadas, para serem membros dos Fae da Luz com identidades mágicas. Poderão se transformar em elfos, ninfas, daemons, íncubus, anões e duendes verdes, querendo ou não aceitar suas novas identidades, desapontando-se com elas ou não. Tony, porém, alegando não ter agressividade suficiente para enfrentar a guerra com os Fae das Trevas, se afastou, deixando Jayne Sparks cheias de saudades e entristecida. Mas ela logo recuperará seu ânimo, pois conhecerá novos personagens cativantes e estará engajada num treinamento em que sua natural liderança, por ser determinada e despachada, se fará sentir.

Mas a situação colocará muitas dúvidas, e os novos personagens poderão revelar facetas inesperadas.

Como será resolvida a questão entre os Fae da Luz e os Fae das Trevas? Serão Jayne e seu grupo de amigos capazes de dar conta de uma missão tão espinhosa?

Muitas respostas a estas perguntas, e outras tantas que foram provocadas pelo primeiro volume da série, serão respondidas aos leitores e surgirão novos e fascinantes enigmas.

Resenha:


Após sobreviver aos eventos na floresta, Jayne se torna uma criança trocada e agora precisa aprender a lidar com os poderes que acabou de descobrir, pois a guerra com os fae das trevas está a caminho. Jayne também tem que lidar com a perda de Tony, que preferiu ir embora do que participar de tudo aquilo.

Durante seus treinos, Jayne conhece Tim, um pixie que estava sendo mantido preso por ser perigoso e após uma promessa de que Tim não a atacaria e nem ninguém do complexo, Jayne o liberta e se tornam amigos e passam a dividir o quarto. Porém a saudade que sente de Tony (e após Jared falar que ele havia mudado e quase não o havia reconhecido) ela exige falar com Tony e o sinal de alerta começa a soar em sua cabeça e agora Jayne tem que descobrir o que está acontecendo e trazê-lo de volta para o mundo dos fae (e dane-se a vontade dele).

Muito divertido, o segundo livro foca em Jayne tentando superar a ausência de seu melhor amigo, Tony, se empenhando no seu treinamento e passando o tempo com seus novos amigos. Principalmente com Tim que passou a morar no quarto dela e é responsável pela maioria dos momentos cômicos e Chase, que foi designado para protegê-la (Chase amor da minha vida!).

Embora eu goste muito da Jayne, tem certos momentos que ela força muito a barra e isso a torna irritante e por um tempo ela esqueceu que o Tony existe e só volta a pensar nele quando o Jared volta de uma missão e relata que Tony está diferente e é aí que ela vai tentar entrar em contato com ele e descobre que um garoto estranho se aproximou dele e parece ser o responsável por tudo o que aconteceu com Tony.

Enfim eu gostei mais desse livro, pois o Chase tem uma participação maior, a história é interessante e os personagens estão incríveis e engraçados.



Espero que gostem e boa leitura!!!

0 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo