Marble Surface
 
  • Fernanda Proença

#14 Resenha: A Sereia

Atualizado: Set 17


Título Original: The Siren

Autor(a): Kiera Cass

Editora: Seguinte

Ano: 2016


Uma menina misteriosa.

O garoto de seus sonhos.

A Água entre eles.




Sinopse:


Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água.

Para pagar a sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisará usar a sua voz para atrair as pessoas até o mar e afoga-las. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar – pois a sua voz é fatal –, logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, a sereia será obrigada a abandoná-lo para sempre. Mas pela primeira vez e muitos anos de obediência, Kahlen está determinada a seguir o coração.

Resenha:


Ao ser resgatada de um naufrágio e ser transformada em uma sereia, Kahlen agora terá que servir a Água durante cem anos usando a sua voz para atrair as pessoas para o mar e alimentar a fome da Água (que não tem fim!). Depois de oitenta anos, Kahlen não suporta mais destruir a vida de tantas pessoas, pois após os naufrágios, ela pesquisava sobre a vida de suas vítimas e anotava em uma caderneta (e eram várias!).

Durante uma de suas pesquisas, ela conhece Akinli, um jovem que parece vê-la além do que ela aparenta e não se importa com o fato de ela não poder falar e isso a deixa intrigada e fascinada, e a partir disso uma amizade entre os dois acaba surgindo e essa amizade acaba se tornando amor. Assustada Kahlen foge esperando que esse sentimento acabe, porém para a sua surpresa, esse sentimento continua aumentando e ao desabafar com Aisling e causar mais um naufrágio, Kahlen foge sem rumo e acaba indo parar onde Akinli mora e o reencontro a deixa ainda mais apaixonada, mas Kahlen comete um grave erro e agora a sua vida e a vida do garoto que ama está em jogo e agora a Água esta furiosa e disposta a matar Akinli para manter Kahlen ao seu lado.

Um romance fofo e conturbado, A Sereia me impressionou com a sua protagonista, Kahlen é forte e tenta cumprir tudo o que a Água exige e apesar de tudo ela aprendeu a amar a Água como se fosse uma mãe, embora Ela seja um tanto possessiva.

Akinli é um jovem fofo que sempre tenta ver o lado bom da vida e mesmo não entendendo muito bem o que se passa com Kahlen e seu “problema” de fala, tenta ajudá-la de todas as maneiras para fazê-la feliz.

Agora falando um pouquinho sobre a Água, teve momentos que tive medo dela e de sua crueldade, ela diz que ama as sereias, mas é um amor bem estranho. Compreendo que por se tratar de uma entidade a forma dela demonstrar sentimentos são diferente de um ser humano. Em quase todas as interações da Kahlen com a Água eu ficava apreensiva, pois ela é muito imprevisível e achei que ela mataria Kahlen ou uma das outras sereias.


Espero que gostem e boa leitura!!!



3 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo