Hoje vou ser escritor! - Texto de Rô Mierling

Confiram esse novo texto da coluna De Boca Fechada do Arca Literária:

Hoje vou ser escritor! por Rô Mierling


“Escrever é fácil. Tudo a fazer é se sentar encarando o papel em branco até que as gotas de sangue se formem em sua testa”. Gene Fowler

Uma coisa que sempre me incomodou na natureza humana é o pensamento de que alguns acham que são mais capazes que outros. Eu sempre acreditei que todos podem fazer “quase” tudo, basta estudar, persistir, se esforçar.
Vemos catadores de lixo passando em concursos públicos, vemos mulheres abandonadas por seus maridos, criando com decência seis filhos com faxinas ou similares. Vemos as paraolimpíadas onde o ser humano rompe com a barreira do “eu não posso”. Eu acho isso incrível, pois somos feitos a imagem e semelhança de Deus e Ele é perfeito e capaz de infinitas criações.
Mas… E nesse “mas” acrescentem muitos “ss”, eu também considero uma falta de respeito quando alguém acorda de manhã e acha que pode desempenhar uma tarefa ou arte que outros levam anos para aprender e se aperfeiçoar.
Pessoas que acordam artistas da noite para o dia não possuem meu crédito. Isso é fato.
Imagina se eu acordasse em uma segunda feira e dissesse a mim mesma: “hoje serei uma médica cirurgiã”. Ou: “hoje serei piloto de avião”. Impossível certo?
Eu creio que é impossível, ao menos da noite para o dia.
Grandes feitos exigem grande empenho, anos de dedicação, estudo e outras variáveis. O ser humano pode fazer tudo, sua capacidade é grande e até, comprovada em muitos estudos científicos, incalculável.
Mas vamos ter um pouco de noção ou mesmo de respeito por certas profissões que são verdadeiras artes e como tal precisam de estudo, dedicação, tempo e muita, muita prática até que fique digna de ser mostrada ao público.
Entre essas profissões eu coloco a profissão do escritor. Sem pudor e sem prepotência. Sou aprendiz de escritora. Faz onze anos que escrevo e sou paga por isso, mas ainda não estou pronta para ser intitulada ESCRITORA, porque eu respeito essa profissão.
Ser escritor não é saber o alfabeto ou saber escrever, porque todo ser humano alfabetizado sabe escrever. Ser escritor é conhecer a arte da escrita, é ler incansavelmente dia a dia, meses, anos, décadas. Ser escritor é ler de tudo um pouco, entender enredos, temáticas, gêneros, características literárias. Ser escritor é não ter amarras e saber o valor das palavras.
Mesmo depois de fazer muitos cursos, palestras, oficinas, ler centenas de livros, escrever mais de dez mil páginas eu não me sinto ESCRITORA em todo o sentido da palavra. Isso porque tenho respeito pelos grandes nomes da escrita e ainda não me acho digna de estar perto deles frente ao muito que eles se dedicaram na arte da escrita.
Mas, em algum momento fatal surge uma pessoa, que escreve um ou dois parágrafos, alguns parentes gostam, e ele coloca como profissão: ESCRITOR. Fico pensando “porque não DENTISTA ou PRESIDENTE DA REPUBLICA? Que tal ASTRONAUTA”?
Escritor não é aquele que escreveu um aviso na porta ou um bilhete para namorado. Escritor não é nem quem publicou e lançou um livro, pois se uma criança pagar ela pode lançar um livro no Brasil e ainda poderá vê-lo nas estantes das Saraivas da vida. Basta pagar.
Não! Escrever é mais que isso. Ser escritor é se dedicar a arte da leitura e da escrita em conjunto. Pseudo escritores que dizem “antes eu nem gostava de ler” ou alegam que Machado de Assis e outros ícones da literatura são obsoletos, isso não é ser escritor, isso é ser PLAGIADOR de uma profissão.
Se não posso ser médica da noite para o dia, porque posso ser escritora em um vupt?
“Mas eu escrevi um poema e todo mundo gostou!” Isso não te faz um poeta, lamento dizer.
Quer ser escritor? Vamos nos dedicar, vamos aprender, vamos receber críticas e saber delas fazer um degrau a mais rumo a um aperfeiçoamento.
E se no final, depois de anos, você ainda não conseguir sentir o fruto de sua dedicação ser devidamente reconhecido, quem sabe não é essa a estrada que você deva trilhar.
Você pode ter vocação para ser pintor, ou um cantor, ou mesmo um excelente vendedor.  E enquanto você insiste em ser escritor como num passe de mágica, a frustração vem e domina você.
Todos podem tudo, mas não podemos esquecer que “artes” demandam tempo. Um verdadeiro músico estuda por anos, ensaia diariamente, não nasce pronto. Um lutador treina exaustivamente para estar apto a vencer uma luta. E porque a escrita seria diferente? Definitivamente a escrita é uma arte e lamento informar, não é para todos. Uns a praticam, outros a apreciam.

Leia e reflita:
“A maior parte do tempo de um escritor é passado na leitura, para depois escrever; uma pessoa revira metade de uma biblioteca para fazer um só livro”. Samuel Johnson
“A glória ou o mérito de certos homens é de escrever bem; de outros, é de não escrever”. Jean de la Bruyère
“A verdadeira facilidade de escrever provém da arte e não do acaso”. Alexander Pope
Texto retirado do site Arca Literária

24 comentários:

  1. Olha, eu acho que você faloou tudo! Haha! Acho que eu pensava tudo isso ai, sem perceber que pensava. Tendo um blog literário em um circulo social que nao gosta de ler, uma das perguntas que mais escuto é 'por que você não escreve um livro?', quando eu respondo que nao sei escrever, normalmente vem um 'mas você escreve bem, você le varios livros, vc pode escrever um'... Não, não posso! Eu realmente leio muito, eu posso até escrever bem, mas dentro do que me proponho... Não tenho o minimo de conhecimento para criar personagens, enredo, contexto, trama, e sei la mais o que tem que ter num livro ahaha! Gosto tanto de desfrutar dessa arte, pq perder o encanto me jogando nos camarins dessa árdua tarefa? Haha! Gostei muito do texto! Poderia ficar aqui mais uma eternidade desabafando, mas vou deixar pra outro dia, se nao aquele livro finalmente sai kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ligia!!!! Na verdade quem falou tudo foi a Rô Mierling, hehehe, o texto é dela!
      Mas comigo acontece a mesma coisa, ouço com frequência "Por que tu não escreve um livro? Tu lê tanto!", uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, haha.
      Realmente é uma árdua tarefa e eu também prefiro apenas apreciar o maravilhoso trabalho de nossos escritores!!!
      Um beijão ^^

      Excluir
  2. Olá! Tudo bem?
    Achei sua postagem bastante interessante e de certa maneira eu concordo. Faz uns 6 anos que eu coloquei como meta na minha vida me tornar escritora, mais especificamente romancista. Então, eu venho me dedicado a isso desde então, me aperfeiçoado, acumulando conhecimento de outros autores. Porém, é muito complicado essa crítica de quem é ou não é escritor, quem é ou não artista. A arte veio para tocar a vida das pessoas, seja na escrita, na musica ou na poesia. Eu me senti tocada por livros criticados por todos, como também não me sentir tocada por um livro indicado por todos. O que vale na arte são as experiencias de cada um e para que publico ela ira se destinar. Não quero dizer com isso que qualquer coisa para mim é arte - é necessário dedicação, assim como tudo que se faz na vida. Mas essa questão é muito complicada para se colocar como verdade absoluta.

    Luz e literatura sempre!
    Beijos

    https://cantaremverso.wordpress.com/2015/02/02/resenha-clube-da-luta/

    ResponderExcluir
  3. Oi Lara tudo bem?
    Para mim, qualquer profissão é um dom, uma vocação. E para ser bom no que você faz, você precisa se dedicar. Mas em relação às artes (escrita, pintura, música, e similares), você precisa além da dedicação, de inspiração. E a inspiração vem com a vida, e não com o treino. Ela é espontânea, independente da gente, tem suas próprias pernas.
    Assim, ouso discordar: hoje, alguém, em algum lugar, nesse exato momento, sem nunca ter pego um pincel em suas mãos, sem nunca ter escrito uma palavra, sem nunca ter escutado uma música, pode estar tendo uma inspiração que amanhã irá se transformar em um livro, em um quadro, em uma composição.
    Para viver basta estar vivo, não precisamos de um diploma para isso. Para mim, a arte em todas as suas variáveis não é uma profissão. Você pode fazer dela o seu ganha pão, mas nunca será seu trabalho. A arte é maior do que o artista!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem?
    Ótimo texto para refletir sobre algo que tem acontecido na nossa cara. Fiquei me questionando sobre tudo o que ela escreveu e concordo com absolutamente tudo. Também respeito muito o 'ser escritor', mas infelizmente tem bastante gente que acha que é fácil, simples, e que não precisa de qualquer esforço.

    Mil beijos :*
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  5. Você me colocou para refletir, concordo que para ser um escritor, não basta saber escrever, é preciso estudar, se dedicar, passar horas e horas procurando as melhores palavras as melhores frases. Acredito também em inspiração, acho que alguém pode ter sim um ideia brilhante e a partir dela se constituir escritor, mas esse processo entre a inspiração e a publicação não é simplesmente colocar suas ideias no papel.
    Beijos
    Porão da Liesel
    Fan page

    ResponderExcluir
  6. Olá... adorei o texto e me fez refletir bastante e olhando pelo o ângulo da autora pude perceber que ela está completamente certa. Eu por exemplo desde o 14 escrevo, mas nunca publiquei nada... e adoro escrever, mas não me considero uma escritora... e sim uma aspirante e mesmo que eu venha publicar algo um dia se minha coragem permitir... acredito que continuarei me sentindo assim... algumas pessoas ficam se sentindo porque escreveram algo que as pessoas gostaram... e depois acham que são escritores... eu já escrevi textos que algumas pessoas gostaram e eu fiquei feliz por isso, mas também que outras pessoas achou fraco e sem sentido e eu recebi a crítica de boa... levo tudo em consideração... mas quando elas são ditas com respeito e sem nenhum tipo de ofensa... esse texto está aqui para nos fazer refletir... para pensarmos no que falamos... e no que intitulamos as coisas. Adorei... pude ver o realismo das palavras da autora e do quanto ela foi sincera de uma forma sutil de falar a sua opinião... xero!!

    ResponderExcluir
  7. Flor, que texto incrível! A Rô disse tudo e um pouco mais!
    Definitivamente é um texto para refletir!
    Tem pessoas que acham que as coisas são fáceis, que realmente, da noite para o dia vão ficar craques em alguma coisa, e eles não podiam estar mais enganados. As coisas na vida não são impossíveis, apenas não acontecem de uma hora para outra, e as pessoas não tem o bom senso de entender.

    Amei muito o texto, e vi quem escreveu foi a autora de Diario de uma Escrava (tenho visto críticas e indicações positivas pela net),e confesso que fiquei muito afim de ler. Já vou adicionar na minha biblioteca.

    Beijos,
    e parabéns por esse texto fantástico e sincero!

    ResponderExcluir
  8. Olá

    Gostei do teu texto, senhorita Rô, reflete também muito do que penso hoje em dia sobre dedicação, trabalho árduo e falta de reconhecimento pra quem se dedicou estudando e alimentando a mente enquanto pessoas despreparadas podem passar à sua frente e serem mais destacadas e reconhecidas. Só não acho certo você não se intitular escritora sendo que trabalha, escreve, se dedica, estuda e tem uma baita experiência como tal. Não precisa se inferiorizar também. Um médico que acabou de sair da faculdade pode não ter toda a bagagem do que já está quase se aposentando, mas ele já é um médico. Enfim, entendo seu ponto de vista, mas acho que já és escritora sendo maior ou menor; reconhecida ou não.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  9. Lara que texto maravilhoso , ser aprendiz de escritor correto, para escrever é necessário ter o dom , saber colocar emoções nas palavras , nas cenas que mexem com o leitor, outro dia li um livro a premissa era boa, mas faltou as emoções o livro só passou, não marcou, a autora não conseguiu colocar nas cenas as emoções. Por isso além de técnicas é preciso escrever com o coração .

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Realmente, concordo com o que diz o texto, uma profissão deve ser aprendida, estudada e ter muita prática e experiência, e não de um dia para o outro se intitular algo para o qual você nem se preparou. Acho que toda profissão é assim. E a de escritor não é diferente. Gostei do Texto.

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, meu Mundo.

    ResponderExcluir
  11. OOOi,

    Que texto incrivel!!!
    Eu adorei tudo o que ela falou, não escrevo, mas sou leitora, respeito demais essa profissão e acho que as pessoas deveriam respeitar e entender também!

    Gostei de verdade :)


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Lara, tudo bem?

    Você falou tudo, realmente escrever não é fácil e ser escritor é uma das mais belas profissões, eu respeito muito e admiro que tem o dom de escrever. Por mais que eu tenha um blog e me dedica, faço as resenhas, os textos nem se compara a profissão de escritor. Porque, pra mim, o autor já nasce com o dom e, posteriormente, a prática e a experiência fazem ele melhorar. Ótimo texto e você falou tudo.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  13. Olá Lara, adorei o Texto da Rô Mierling e concordo plenamente com ela escrever é uma arte e ninguém pode acordar em um dia e se dizer escritor e sim estudar e aprender para depois de anos poder enfim ser considerado um escritos...

    Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  14. Fato que algumas pessoas podem achar que é fácil ser escritor, mas não é não.
    Mexer com o imaginário e tocar as emoções de alguém com simples palavras é mais do que uma profissão, é um dom, e deve ser respeitado sim.
    Adorei o texto da Rô.

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  15. Perfeito.
    Tem muito pseudo escritor que se acha, mas não é capaz de realizar um trabalho eficiente de pesquisa e nem consegue passar veracidade em seu texto.
    Toda e qualquer profissão exige dedicação e aprendizado constante.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  16. Olá.
    Parabéns para a Rô, concordo com o que ela disse no texto. Escrever não é nem um pouco fácil, além de escritor, ser uma das mas belas profissões existentes.

    Abraços, Mr. Souza // { Small Scribble }

    ResponderExcluir
  17. Oi Lara, tudo bem? Nossa, que texto incrível... adoro as coisas que a Rô escrevem e ela disse tudo nesse texto, e admiro a humildade dela. Realmente, ninguém pode acordar em um dia e decidir que quer se qualquer coisa, tudo na vida exige muito esforço. Eu posso sim me tornar uma escritora, mas tenho a noção que preciso estudar muito... e isso com qualquer profissão. Realmente tem pessoas que acham que são melhores do que outras porque escreveu um texto e fez sucesso, isso não significa que é um escritor.

    Adorei o texto!!

    Beijinhos,

    Rafa // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  18. Ser escritor não é nada fácil, precisa de muito esforço, paciência e cuidado. Adorei o texto, retrata bem a realidade dos escritores Brasileiros e tudo mais :D

    ResponderExcluir
  19. Oi, Lara, tudo bem?

    Concordo totalmente com você. Acho que tudo é uma caminhada do amadurecimento. Nada é impossível, mas não basta a gente querer, tem que correr atrás e se esforçar. Já diz a máxima no pain no gain, certo? Sem contar que, depois que alcançamos nosso objetivo, olhar para trás e ver tudo o que passamos para conseguir chegar lá, é sempre gratificante

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  20. Acho que a profissão de escritor realmente exige um preparo, e acredito que todas as profissões ligadas à arte sofrem desse mal da carreira meteórica. No teatro a gente sofre também. Tem livros que são publicados que não deveriam ter sido publicados tão cedo, a gente percebe que a pessoa não sabe o que está fazendo, infelizmente. Gostei da reflexão.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  21. Que texto fantástico! Adorei. Ele reflete oque penso, afinal literalmente para tudo é preciso dedicação e amor, podemos sim fazer "quase" tudo desde que queiramos e para isso nos esforcemos, nos dediquemos, e invistamos algo muito precioso que é o tempo. Como a vida (humana, plantas e bichinhos) tudo tem um tempo de maturação, tem um ciclo e tudo isto precisa ser respeitado, ou seja, "como não se forma médico da noite para o dia, escritor também não".

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi Lara, concordo com o que a Rô disse sobre as pessoas que se consideram escritores do dia para a noite. Já tenho dois livros escritos, e um publicado, mas ainda não me considero escritora. Fico até sem saber como reagir quando meus amigos falam que sou uma. Pois eus ei que preciso melhorar muito mais, preciso desenvolver a minha escrita.
    Ser escritor é dedicação ao que escreve, é desenvolver formas e maneiras de transmitir seus sentimentos.
    Bjs

    www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oi,

    Que texto lindo. Da hora pra outra nunca vamos conseguir fazer algo, mas se nós nos dedicarmos iremos conseguir, como diz no texto estudar sempre, assim iremos conseguir tudo.

    Mayla

    ResponderExcluir