Villette em Pré- Venda - Editora Pedrazul

A obra mais autobiográfica da autora já está em pré-venda no site da editora.




Baseado na sofrida vida de Charlotte Brontë, Villette é o retrato mais nítido do escritor que dramatiza a própria vida. No papel de Lucy Snowe, dez anos após sua estadia em Bruxelas, ela narra a história de uma moça inglesa vitoriana que deixa seu passado trágico para trás e parte para uma viagem incerta. Na ficção, Bruxelas se transforma em Villette, que significa pejorativamente ‘cidadezinha’; o pensionnat Heger se transforma no pensionato de Madame Beck, inspirada em sua rival, Madame Heger, e Monseiur Constantin Heger se transforma em Monsieur Paul.

Ficção ou realidade? Charlotte Brontë, intencionalmente, retratou com precisão o período em que viveu em Bruxelas, a saudade de casa, a solidão, rejeições, paixões conflituosas, perseguições, e, por que não, amizades; sofrimentos e alegrias, enredos primorosamente transformados em arte. Uma obra-prima recheada de histórias de amor, cuja aceitação e rejeição estão lado a lado. Nessa emaranhada trama, na qual passado, presente e futuro se misturam num drama com toques de realidade, personagens como o doutor John, lady Bretton, Miss de Bassompierre, Miss Ginevra Fanshawe, Coronel De Hamal e muitos outros estão interligados entre si de forma admirável.

Com 600 páginas, incluindo a capa, a obra, traduzida por Fernanda Martins e Anaximandro Amorim, conta com 48 ilustrações de Luiz Carlos C. Pereira. Destas, 42 figuras abrem cada capítulo; três, de página inteira, convidam o leitor para cada volume e mais três, também de uma página, estão espalhadas pelo livro como um toque a mais de atrativo à leitura.
A introdução do livro traz informações relevantes sobre a estadia das irmãs Brontës em Bruxelas. Para escrevê-la, entrevistamos o pesquisador holandês que há 25 anos pesquisa as Brontës, Eric Ruijssenaars, autor de ‘Charlotte Brontë's Promised Land’, publicado pela The Brontë Society, na Europa, e ‘The Pensionnat Revisited’, este com um retrato preciso do pensionnat Heger que, como Ruijssenaars afirmou, inspirou ‘Villette’ e ‘O Professor’. Outra escritora entrevistada foi a britânica Helen MacEwan, autora de ‘The Brontës in Brussels’. Ambos foram enfáticos em afirmar que Villette é a biografia de Charlotte Brontë escrita por ela mesma.

Portanto, a obra Villette vem recheada para os fãs.
Na fan page da editora o leitor poderá conferir as entrevistas completas com os escritores Eric Ruijssenaars e Helen MacEwan e já reservar o seu exemplar.

Prêmios para os primeiros compradores de Villette


A Pedrazul vai dar prêmios para quem adquirir Villette pelo site: www.pedrazuleditora.com.br durante a fase da Pré-Venda.
Dos 100 primeiros compradores um deles será o ‘leitor mimado’. Este sortudo receberá, como cortesia, durante 02 (dois) anos, um exemplar de todos os lançamentos da Pedrazul, sem nenhum custo, acompanhados de um kit com um exemplar de Villette ilustrado e todos os mimos (brindes variados) que envolvem um lançamento.
De 200 a 500 exemplares vendidos, a Pedrazul sorteará três novos leitores, que ganharão 01 (um) kit com um exemplar de Villette ilustrado e brindes variados.
Esteja entre os cem primeiros! A campanha é válida até fim de maio de 2014, ocasião em que a Pedrazul Editora divulgará os resultados.

Mais informações: contato@editorapedrazul.com.br

Villette promete!!! Quer leeeer!!!!!

Um comentário:

  1. Olá Lara,

    Não li nada da autora mas quero muito e esse livro parece bem interessante, dica anotada...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir