Princesa de Gelo - Thayane Gaspar


Princesa de Gelo
Autora: Thayane Gaspar
Editora: Modo
147 páginas
Avaliação: 2/5
Comprar: Saraiva

Alessa é uma garota que acha que a vida não tem mais sentido, por isso, resolve que é a hora de dar um fim nela e tenta suicídio no banheiro de sua escola. No entanto, sua tentativa foi falha, pois o destino faz com que Eric Lacrov entre no banheiro feminino e se depare com a garota a beira da morte, ele a salva, mas em troca ganha apenas palavras ásperas e frias. 

A principio Alessa fica muito irritada com Eric, ela não queria que ele tivesse aparecido, pois desejava morrer e ele atrapalhou isso. Completamente sem sentimentos, Alessa fala coisas que magoam, mas Eric quer ajudá-la, quer tentar entender essa garota e fazer com que ela goste dele. Porém, essa será uma difícil tarefa, afinal, Ale é feita de gelo e não possui coração. 

"Eu não tenho coração. Acredite, é verdade. Até mesmo em momentos em que a adrenalina prevaleceu em meu sangue fazendo com que ele trabalhasse mais rápido. Eu deveria ouvi-lo bater ou ao menos senti-lo, mas é como se ele não fizesse mais nada além de pulsar. Não pulsar vida, mas apenas sangue para que o meu corpo, ligado a       minha alma sempre mórbida, continue respirando. Feitiço. Magia. Encanto. Poções.                             Bruxaria. Não, apenas meu coração e simplória e podre maldição."                                                                                   
Essa foi uma leitura que infelizmente não me cativou. É narrado em primeira pessoa por Alessa e achei os pensamentos dela muito repetitivos e cansativos. Fiquei cansada com um livro tão pequeno. 

Quanto ao suicídio, sei que cada um tem sua opinião sobre esse polêmico assunto, mas sinceramente, para mim, isso é algo difícil de aceitar, pois tantas pessoas passam por momentos extremamente difíceis na vida e não chegam a tal ponto. Mas isso não vem ao caso, vamos voltar ao livro. 

Com a leitura, esperava descobrir o que se passa na mente de um suicida, qual drama e pressão psicológica faz com que alguém tome essa terrível decisão, esperei por algum motivo realmente importante para "justificar" a atitude da protagonista mas não encontrei. Para mim a justificativa para se matar foi boba e fraca, que não me convenceu.

Sei que na adolescência passamos por momentos complicados e angustiantes e talvez eu não tenha sensibilidade suficiente para entender a Alessa e seus dramas, mas o fato é que eu realmente não encontrei em nenhum momento algo que me fizesse sentir a personagem e seus problemas, não consegui me envolver, para mim as coisas que aconteceram foram apenas situações normais que ocorrem com muitos adolescentes.
Foram esses fatores, aliados a alguns erros de revisão que me fizeram dar uma nota baixa ao livro. 

Mas não posso terminar minha resenha sem falar de falar de Eric, que é uma pessoa encantadora. Ele é muito querido e amável, tenta derreter o gelo de Alessa de maneira sutil, sem ser chato. Acredito que foi ele quem salvou o livro, pois foi um personagem fundamental para Alessa enxergar o mundo de outra maneira.

É isso gente, infelizmente a leitura não me envolveu =/ 










7 comentários:

  1. Ah!
    A Thayane é uma parceira muito querida
    Eu gostei do livro, pena que não te envolveu!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Gostaria apenas de salientar, que esta obra está em preparo para a segunda edição, com nova revisão e nova diagramação, e só não trocamos a capa, porque foi do desejo da autora que permanecesse. Sendo disponibilizado a partir de Janeiro. Grata.
    Adriana Vargas.

    ResponderExcluir
  3. Olá Lara!
    Essa é a primeira vez que ouço falar sobre esse livro, e adorei sua resenha!
    Confesso que leria também com a expectativa de entender melhor a mente de um suicida. É uma pena que a autora não tenha chegado nesse ponto corretamente.
    Recomendo que leia 'Como eu era antes de você'. Me fez entender muito a mente de um tetraplégico. Amei!
    Não leria esse livro, pois sinto que não me tocará também.
    Mas adorei a resenha!
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Lara,

    Não conhecia o livro, mas confesso que não me chamou muito atenção, a capa é bem fraca também e sua resenha não me encoraja....abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Poxa, que pena. É muito ruim quando a gente perde tempo lendo algo que não acrescenta nada a nossa vida.
    Espero que pelo menos o carinho com que eu escrevi meu livro tenha te tocado.
    Beijinhos, sucesso com o blog e esteja sempre perto de bons livros!
    Thayane Gaspar

    ResponderExcluir
  6. É amilga...
    Realmente esse é um assunto difícil de comentar.
    Na minha opinião, não ha justificativa no mundo para alguém tirar a própria vida...
    Por isso o motivo deve ter te parecido sem sentido tanto quanto sei que vai parecer para mim!
    Quando a história se passa com adolescentes fica meio "episódio de malhação" não é...
    Quando acontece em escola então... Talvez esse seja o publico que a autora quis atingir.

    Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas quando eu ler te conto o que achei de Alessa e seus motivos!

    Beijokinhas!

    ResponderExcluir
  7. Não curto mt esse tipo de livro tbm Larita.

    ResponderExcluir