O Mundo nas Páginas - John Mayer

O Mundo nas Páginas, é uma coluna do Magia Literária em que falo sobre as coisas reais que estão nos livros.Ex: monumentos  históricos, cidades, livros que os personagens liam, músicas que gostavam de escutar e etc.
Espero que gostem! 

Olá queridos!! Como estão? 

Hoje trouxe mais um O Mundo nas Páginas, e dessa vez resolvi falar um pouco de um cantor que eu gosto muito e que é muito citado no livro Azar o Seu!. A Bia, nossa amada protagonista, é apaixonada por ele e fala de suas músicas frequentemente no livro. Então, vamos conhecer um pouco mais do cantor John Mayer! 

John Clayton Mayer nasceu no dia 16 de Outubro de 1977 nos Estados Unidos, na cidadezinha de Bridgeport no estado de Conneticut.

Aos 13 anos descobriu sua paixão por música após escutar uma fita do guitarrista Stevie Ray Vaughan. Influenciado por Stevie Ray Vaughan e também por uma cena do filme “De Volta Para o Futuro” (em que o personagem de Michael J. Fox aparece tocando a música “Johnny Be Goode” na guitarra) John decide se dedicar ao blues e estudar o instrumento. Três anos depois, já se apresentava em pequenas casas de show de sua cidade.


Ainda no colegial, montou uma banda chamada “Villanova Junction” com Joe Beleznay, Tim Procaccini e Rich Wolf. Infelizmente, a banda não durou muito tempo. Depois de sua formatura, trabalhou por 15 meses em um posto de gasolina.

Aos 19 anos, convenceu seus pais a apoiá-lo e saiu de sua cidade para estudar música na Berklee College of Music, em Boston. Mas não demorou muito para que se sentisse desestimulado com as aulas teóricas e largasse a faculdade. Ainda disposto a correr atrás de seu sonho, John se muda para Atlanta, e começa a tocar em bares locais com o seu ex-colega de faculdade Clay Cook. Essa parceria foi batizada de“LoFi Masters” mas em pouco tempo a dupla se separa por divergências musicais.
Em 1999 sua carreira começa de fato com o lançamento do EP “Inside Wants Out”
Em 2001, já contratado pela gravadora Aware/Columbia Records, John lança o disco “Room For Squares”que no mesmo ano alcança o oitavo lugar na ‘Billboard top 200′ e vende 4 milhões de cópias depois dos lançamentos dos singles “No such Thing” e “Your Body is a Wonderland”. E foi justamente com “Your Bodey is a Wonderland” que em 2003 John Mayer ganha um Grammy Award como melhor vocalista masculino de Pop. No mesmo ano, aproveitando o sucesso de “Room for Squares”, John grava o cd e DVD ao vivo “Any Given Thursday”. No show, gravado em Birmingham – Alabama, John executa algumas músicas até então nunca gravadas ou lançadas, como “Man on the Side” e “Something’s Missing”. Na Billboard, “Any Given Thursday” chegou ao décimo sétimo lugar no top 200.
Ainda em 2003 é lançado o disco “Heavier Things”. Mesmo não vendendo tão bem quanto “Room for Squares”, o disco conseguiu alcançar o primeiro lugar na Billboard com o single “Daughters”. A música “Daughters” foi responsável pelo segundo Grammy Award de sua carreira como música do ano, em 2005. Anos depois, John confidenciou em uma entrevista que não havia achado justa a sua vitória e que Alicia Keys, que também concorria ao mesmo prêmio, era quem deveria ter ganho com a música “If I Ain’t Got You”. Seguindo essa opinião, John literamente partiu o prêmio ao meio e deu uma das metades para sua amiga.

Em 2004 é disponibilizado, através da loja da Itunes, a gravação de uma série de 7 shows de sua turnê. Essas gravações receberam o nome de “As/Is” e mais tarde se transformaram em coletâneas.
Em 2006 é lançado o aclamado disco “Continuum”, produzido por John e o baterista Steve Jordan. Neste disco, considerado pela crítica o disco mais maduro de sua carreira, John mescla com sucesso o seu já característico pop com a sua paixão, o blues. O single “Waiting on the world to change” foi a terceira música mais baixada durante sua semana de lançamento na Itunes Music Store, além de ter alcançado o #25 lugar na Billboard Hot 100. Em Dezembro de 2006, John é indicado a cinco categorias do Grammy 2007. Dessas categorias, ganhou duas: Melhor vocal pop masculino por “Waiting on the world to change” e melhor album pop com “Continuum”. Nessa mesma cerimônia do Grammy, John se apresentou com sua amiga Alicia Keys tocando guitarra na música “No One”.


É também em 2006 que John lança o EP “The Village Sessions”, resultado de uma série de shows acústicos com o guitarrista Robbie McIntosh. 

Na premiação ’37th Annual Songwriters Hall of Fame Induction Ceremony’ do mesmo ano, John recebeu o prêmio de honra ‘Hal David Starlight’.
Em 2007 John grava a música “Say” para a trilha sonora do filme “The Bucket List”. A música para o filme foi indicada ao 51 Grammy Awards em 2009. “Say” também alcançou o sétimo lugar na parada Billboard Hot 100.
No mesmo ano participou do festival Crossroads ao lado de Eric Clapton, Buddy Guy e Robert Cray.
Em Dezembro de 2007, John Mayer grava um show no teatro Nokia Theatre em Los Angeles. Esse show foi lançado em DVD com o nome de “Where The Light Is” e lançado também como CD em Julho de 2008. O DVD foi gravado e dirigido pelo cineasta Danny Clinch.
Em 2009 na premiação do Grammy, John subiu ao palco com o guitarrista BB King para homenagear Bo Diffley. Além da incrível apresentação, John também foi premiado em duas das cinco categorias que havia sido nomeado: Melhor vocal pop masculino em “Say” e Melhor performance rock solo em “Gravity”.
No dia 17 de Novembro do mesmo ano, John lançou seu quarto album de estúdio, “Battle Studies”. Na parada Billboard 200 americana o disco alcançou primeiro lugar poucos dias após seu lançamento.
Em 2011 John Mayer anunciou que as gravações de seu próximo disco seriam adiadas devido a um Granuloma em sua garganta. John fez a primeira operação para retirada do Granuloma no mesmo ano.
Em Maio de 2012 o disco “Born and Raised” foi lançado nos Estados Unidos. O primeiro single escolhido para trabalho foi “Shadow Days”. Em Março do mesmo ano John anunciou que o Granuloma havia retornado e que uma nova operação seria feita no segundo semestre de 2012. A turnê do disco “Born and Raised” foi cancelada.

Recuperado, John recomeçou a turnê Born and Raised!

E fiquem atentos, pois nosso querido Mayer tocará no Brasil em SetembroEle fará um show em São Paulo, na Arena Anhembi, no dia 19, antes de se apresentar no Rock in Rio, no da 21.

7 comentários:

  1. E quem não é apaixonada por John Mayer né? hahaha Amo as músicas dele, a voz, tudo!

    www.resenhasealgomais.com.br

    ResponderExcluir
  2. Esse cara é famoso e arrebata corações carentes e não carentes por onde passa que eu sei hahahaha
    Saudade de passar por aqui parceira \o

    Até mais ;)
    www.TeNerdificando.com.br

    ResponderExcluir
  3. Mas quem não é apaixonada pelo John Mayer? Eu sou fã de carteirinha, tenho uma música dele para cada fase da minha vida <3 Adorei a postagem!

    beijos, Lu

    Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  4. Hahaha, a minha amiga é apaixonada por ele! ;)
    Impossivel nao lembrar dela nesse momento.

    Beijokas da Mylloka
    Blog da Mylloka

    ResponderExcluir
  5. Nossa adorei esta tag,muito original.
    Ainda não li o livro,mas já gostei deste cantor(hahahaha),confesso...também não conhecia o cantor,mas depois desta sua apresentação como não correr lá no youtube e procurar todas as musicas(hahahahahaha).

    Como falei,AMEI esta tag!!!!

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
  6. Adoro esse cantor! Amo a voz!
    Beijos,
    Ana.
    http://umlivroenadamais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Amo as músicas do John, inclusive comecei a escrever uma fanfic inspirada em "Slow Dancing in a Burning Room" porque é a minha favorita. E a voz dele é incrível *-*

    Beijinhos,
    www.julietaemparis.blogspot.com

    ResponderExcluir