Annástria e os Sete Escolhidos - Selène d'Aquitaine


Annástria e os Sete Escolhidos (livro 2)
Autora: Selène d'Aquitaine
Editora: Ícone
452 páginas
Avaliação: 4/5

"...cada um acaba criando seu conceito pessoal em relação ao Inferno baseado em suas vivências e sofrimentos. Independente do que a sociedade diga, pense e escreva sobre o Inferno, eu garanto que existe sim, um lugar pior do que qualquer Inferno que uma mente criativa seja capaz de imaginar..."

Stellnaja é uma jovem francesa que estuda em Tourdeon, uma academia exclusiva para garotas, lá ela possui uma vida tranquila e agradável. Uma noite porém, ela teve um estranho sonho, e ao acordar percebeu que tinha uma cobra naja esverdeada tatuada em sua pele. Isso deixa Stellnaja muito preocupada, até que sua tutora, Anita Collin, lhe revela a verdade, e a garota descobre que foi vitima de uma maldição.

Anita esclarece tudo para Stellnaja, e diz que ela possui uma grande missão. A garota terá que que viajar no tempo através das dimensões e encontrar sete heróis que vivem em diferentes épocas. Depois de reunir os sete, se encontrará com Darin e Ímpar. 

Os dois ainda estão em busca das penas de Darin, e ele precisa encontra-las, pois só assim a dimensão annastriana será salva da destruição. E agora contarão com a ajuda de Stellnaja, que é uma ótima aliada nessa missão. Mas as coisas não serão nada fáceis, pois Satine, a Deusa das Trevas, esta muito forte e conseguindo cada vez mais seguidores. Ela é muito perigosa e vai fazer de tudo para dominar todas as dimensões e arruinar os planos de Darin, Ímpar e Stellnaja. 

Os jovens continuam nessa missão que torna-se cada vez mais perigosa.

"Isso é horrível, até mesmo para mim. Eu não sou religiosa, contudo, admito que Satine foi longe demais...ela destruiu a fé dos humanos! Quantas pessoas morreram para ela chegar até onde chegou?"

Neste segundo volume da trilogia, a autora realmente surpreendeu com uma trama fabulosa! O livro é dividido em quatro partes, a primeira é contada por Stellnaja, eu gostei dela, achei ela uma pessoa muito sincera, forte e que não tem medo de lutar pelo o que quer. Porém, tem uma língua muito afiada e as vezes fala coisas que não precisavam ser ditas com tanta grosseria. Essa primeira parte foi interessante pois as viagens no tempo para encontrar os sete heróis foram bem legais, a cada nova viagem eu ficava ansiosa para saber para onde ela iria e o que encontraria pelo caminho. 

A segunda parte do livro é contada por Ímpar, e essa foi a que mais me deixou angustiada, Ímpar fez coisas erradas e foi severamente punida por isso. Eu gosto bastante de Ímpar, mesmo ela fazendo muitas burradas, e por isso fiquei mais aflita, pois torcia muito para que as coisas dessem certo, eu sofria junto com ela.
  
A terceira parte é narrada pelo Príncipe Darin, ahh como eu adoro ele!!! Ele é um personagem meigo e apaixonante,tem um coração enorme que perdoa a todos. E a última parte é sob o ponto de vista de Willian, o filho de Satine, e são revelados alguns segredos sobre ele.

Eu achei que o livro possui alguns diálogos bem infantis, principalmente envolvendo Stellnaja e Ímpar, também não gostei do modo de como a Deusa de Annástria falou em certo momento, sendo ela uma Deusa. Apesar de achar isso, em alguns momentos a autora aborda temas que são um pouco pesados, acontecem coisas bem cruéis que não são nada infantis. 

Enfim, autora mais uma vez me surpreendeu, ela criou uma trama cheia de surpresas, magia, mistério e aventura. Com personagens maravilhosos e belos cenários, Annástria foi uma ótima leitura que me deixou com muita vontade de ler o último livro da trilogia.

É importante citar a grande criatividade de Selène, que construiu essa grande dimensão cheia de aventuras!

Recomendo!! Leiam e embarquem nessa perigosa missão em Annástria e os Sete Escolhidos!!!
   







3 comentários:

  1. Parabéns ambas. Pela bela criação de Selène e a linda resenha que inspira-nos a desejar muito ler os livros.
    Sucesso!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Já li este livro e também gostei muito!
    Mas ao contrário de você, não gosto da Ímpar.
    Desde o primeiro livro eu a acho fútil e infantil, e durante este segundo eu fiquei com muita raiva dela.
    Ao contrário da Stellnaja, que eu amei. Pelo jeito teimoso e revoltado dela. Sou assim também, então...haha

    Bjs, a resenha ficou linda!

    Yara. - Ilusões Escritas.
    http://www.ilusoesescritas.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Amilgaaa!!

    Adoro viagens no tempo!
    Eu queria poder fazer isso! =D

    Diálogos nem sempre nos agradam mesmo!
    Coisas que não deve ser ditas escapam sem notarmos!
    Acho que sem isso não sentimos aquela raiva e indignação do momento....

    Tem um terceiro volume?

    Vou aguardar resenha para comprar tudo de uma vez!
    Não gosto de ler e esperar um tempão pra saber a continuação!
    Fico perdida e aquela intimidade com o personagem se vai...

    Beijinhos da sua amilga que no momento está com muita raivinha...

    ResponderExcluir