Xadrez - Fabiane Ribeiro


Xadrez

Autora: Fabiane Ribeiro

384 páginas
Avaliação: 5/5

“Quando a neve cair, vou estar com você... E quando a neve se for, vou lembrar de você... 
Faça chuva ou sol, vou sorrir ao pensar... Que a levo em meu coração...”


Em 1947, dois anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, a Europa ainda está devastada, e em meio a um mundo pós guerra, encontra-se Anny, uma garotinha de apenas oito anos de idade, doce, meiga e amorosa. Ela mora com seus pais na "Casa Grande", porém, eles trabalham muito e só podem ficar com a menina nos sábados, o que a deixa triste pois o que mais sonha é poder estar junto deles todos os dias, mas infelizmente, isso não acontece, e quando o sábado chega ela o aproveita da melhor maneira possível, os três brincam e aproveitam o quanto podem, pois infelizmente o dia seguinte será de mais uma partida.

Assim, Anny vive praticamente sozinha, brincando em seu lindo quarto e após mais uma semana de espera, o sábado está de volta e Anny ganha de seu pai, Jefferson, um presente que levará para a vida toda: um tabuleiro de Xadrez, que será muito importante e marcante na vida da menina.

" Quando acaba o jogo, outro se iniciará, e os dois impérios voltarão a duelar pelo seu rei. Um novo sonho se construirá sobre o tabuleiro..."


Anny adorou o presente, e passou um maravilhoso dia ao lado de sua família.  Ela sempre esperava ansiosamente pelo fim da semana, para poder estar ao lado dos seus amados pais mais uma vez.

Um dia, junto com a partida deles, a alegria de Anny também partiu, de uma maneira brusca, a vida da menina mudou drasticamente. Por causa do trabalho dos pais, ela foi morar com uma família que não era sua, em uma casa que não era sua, deixando seu quarto, seus brinquedos, sua alegria. Levando apenas o tabuleiro de xadrez, sua ovelhinha de pelúcia chamada Tiara e a enorme saudade dos pais.

" ...o importante não é aquilo que a vida nos coloca de obstáculo, mas sim, como reagimos a tudo..."

Em uma estranha casa, Anny vive através de sonhos maravilhosos, é neles que ela encontra a verdadeira alegria, e quando acorda, ocupa-se com o que pode, para o tempo passar rapidamente, mas a dor em seu coraçãozinho é enorme e permanece constante. Porém, ela procura sempre o lado bom das coisas, e é feliz com isso, com os pequenos detalhes que visto aos seus olhos se transformam em grandes motivos para sorrir.

Mesmo sendo maltratada e passando por experiências tristes e dolorosas, Anny conseguiu encontrar pessoas inesquecíveis, que cruzaram o seu caminho para lhe dar alegria em um momento difícil, a menina encontrou amigos maravilhosos e transformou corações que tinham apenas tristezas e não mais sorriam para a vida. Foram eles, que deixaram os dias da garotinha naquela casa mais felizes.

'' Ele teve certeza de que seria impossível fugir do amor e que tolos eram os que tentavam e passavam a vida sem viver o que há de mais pleno..."

Em uma narrativa linda, Fabiane me transportou para o mundo de Anny, um mundo meigo, cheio de amor e carinho, onde a protagonista me ensinou como é importante ser feliz com as minimas coisas, e como é necessário perdoar

Essa, foi uma leitura que me tocou profundamente, e que me fez sentir diversas emoções: raiva, tristeza, angustia e acima de tudo, muito amor.

A autora me surpreende a cada livro, e eu me emocionei com Xadrez, pois Anny possui um coração tão puro, em meio a tanta maldade, que me deu vontade de cuidar dela e enche-la de carinho. Como os pais poderiam ser tão insensíveis a ponto de deixar uma criança tão amorosa? E esse trabalho misterioso também me deixou muito intrigada, o que poderia ser mais importante que a filha? 

As descobertas me fizeram entender e ao mesmo tempo me revoltar com as escolhas erradas dos personagens da trama, uma simples decisão, acarreta mudanças na vida inteira das pessoas, e isso me fez refletir bastante.

Neste livro, Fabiane mescla os capítulos, entre a parte dos pais, as de Anny e também a história dos amigos da menina. Apenas não consegui definir Cindy, a mãe de Anny, pois mesmo sendo fria, algumas vezes ela se mostrava querida, o que me deixou sem entender realmente o que ela sentia. Mas fora isso, os personagens foram bem construídos, a trama foi bem elaborada, e é uma leitura recomendadíssima.

Acredito que todos que lerem levarão consigo algumas lições da menina, tais como, amor, fé e esperança.
Leiam e se encantem com Xadrez!

Um beijo a todos!




44 comentários:

  1. Esse livro é sim aquele eu gosto ou odeio, mais já resenhas falando não tão bem dele, as pessoas o acharam "infantil", mas as resenhas positivas assim como sua, conseguiram captar a essência do livro e isso me deixa curiosíssima a querer lê-lo.
    Parabéns pela ótima resenha.
    Beijos
    Bruna-Livros de Cabeceira

    ResponderExcluir
  2. Olá!!!

    Uau!

    Esse livro parece mesmo ser emocionante! Parece que você ficou super encantada com ele! Que amor!

    Acho essa capa, particularmente, linda... tenho muita vontade de ler esse livro *o*


    Beijos,

    Samantha Monteiro
    Word In My Bag
    http://wordinmybag.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Lara.
    Ainda não li Xadrez, mas as opiniões são bem variadas. Uma coisa é sempre igual: os sentimentos que o livro despertou nos leitores. Acho que isso que faz muitos desejarem o livro - e espero ter a oportunidade de ler um dia :)

    Beijos
    Ricardo - www.overshock.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Boa noite Lara,

    Ja li ótimas resenhas desse livro e estou com bastante curiosidade, agora com a sua resenha ela só aumentou, parabéns pela resenha.

    Abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Parabéns pelo blog! Estou seguindo.
    Segue lá também..

    http://www.estanteseletiva.com/

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Oi Lara!

    Acho que não curto muito esse gênero literário, as leituras se tornam um pouco lentas para mim, o que é uma pena, pois a sua resenha está maravilhosa, passa como você gostou desse livro que parece realmente ser muito bom.

    Beijos, Marcelle - http://bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Lara!
    Que linda resenha, juro que fiquei com muita vontade de ler esse livro, não conhecia, mas já fui comprar, espero que eu goste tanto quanto você.
    Beijinhos, Fran

    ResponderExcluir
  9. Oi Lara, fiquei bem curiosa para ler o livro com a sua resenha, se ele tiver a mesma narrativa simples do outro livro da autora deve ser ótimo.

    beijos, Lu

    ResponderExcluir
  10. Oi Lara,
    Ainda não li este livro mas tenho muita curiosidade acho que vou gostar da história e de Anny.
    Parabéns pela resenha.
    Bjos!
    Katielle

    ResponderExcluir
  11. Já tinha ouvido falar no livro, mas nunca parei para ler resenha alguma. Gostei da sua, parabéns!
    Realmente é muito bom quando o autor consegue trazer todos aqueles sentimentos para o leitor. Valorizo muito isso e lógico a construção dos personagens tem que ser boa também.
    Espero ter a oportunidade de le-lo logo!

    ResponderExcluir
  12. Pela sua resenha parece se tratar de um livro emocionante, uma história delicada e cheia de sensibilidade. Gostaria muito de ler.

    ResponderExcluir
  13. Que resenha linda!! faz o livro parecer uma coisa muito fofa, comecei lendo achando que seria um livro chato, mas o jeito que voce o descreveu faz eu ter vontade de ler logo, embora, pelo visto, eu va ficar muito triste em alguns momentos, como sempre nesses livros que contam historias de criancas afetadas pela guerra, eu acho que vou gostar muito, com certeza lerei.

    ResponderExcluir
  14. Amei sua resenha!
    Estou louca para ler esse livro, tenho certeza que eu vou gostar.
    e gostei mais da capa da nova edição.

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  15. Achei a resenha interessante, vou colocar o livro na minha lista de desejos,e nesse caso o tabuleiro de xadrez vai ser o grande companheiro dela e a válvula de escape.

    ResponderExcluir
  16. Tive o prazer de participar do Book Tour deste livro e adorei. Uma história com muitos ensinamentos.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  17. parece infantil mas sua resenha mudou completamente meus pensamentos quero le-lo

    ResponderExcluir
  18. Oi
    Eu ainda não li esse livro da Fabiane, mas li Corações em fase terminal e nossa amei achei muito emocionante e muito bom de ler, acredito que esse deve ser muito bom também.

    Beijão
    http://lilicasg.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Gostei bastante da arte da capa... tem a ver com a história e é bem diferente!

    oblogdafenixx.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Muito bacana me deu vontade de lê-lo, adoro xadrez kkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  21. Depois dessa resenha sensacional,fiquei encantada,
    agora quero ler mais do que nunca...bjs

    ResponderExcluir
  22. Se eu fiquei com vontade d ler esse livroo?? Imagina.. ><

    ResponderExcluir
  23. Queria enriquecer minha estante com autores brasileiros.

    Nome de Seguidor: Fellipe Freire

    ResponderExcluir
  24. Sua resenha está muito bem feita nos mostra os pontos altos da história e para que gosta desse gênero nos deixa ansiosos para ler. Parabéns.

    ResponderExcluir
  25. Adorei o livros, as frases que você selecionou foram ótimas, fiquei louca de vontade de devorar esse livro! *-*
    http://perdidanessatribo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Fiquei com vontade de ler esse livro, não o conhecia , mas com certeza vou lê-lo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Temos algo em comum, querer um tabuleiro de xadrez :)
    Estou querendo ler esse livro a um bom tempo. Está na minha lista!

    ResponderExcluir
  28. Adoro livros que nos fazem imaginar como era o lugar, como viviam etc... fiquei imaginando o quando não devia ser solitária a pequena Anny.

    ResponderExcluir
  29. nossa ler a resenha me fez sentir dentro do livro...quero muito esse livrooo!!!

    ResponderExcluir
  30. Adorei a resenha, parabéns. Esse livro com certeza entrará pra minha lista de desejos. Beijos.

    ResponderExcluir
  31. Ainda não li o livro, mas gostei bastante da história. Já digo logo que fiquei com uma pena da Anny. Uma garotinha de 8 anos passar por tudo isso... Enfim, quero lê-lo em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  32. Esse livro é fantastico ja tive a oportunidade de ler e posso garantir que é uma leitura fantastica , Fabi arraza ao contar a historia da pequena Anny , recomendo

    http://amantesdelivros-2012.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Nossa, achei super interessante. Darei logo um jeito para ler esse livro

    ResponderExcluir
  34. nossa...que legal...nunca tinha imaginado o jogo de xadrez como "2 impérios" rs

    ResponderExcluir
  35. Nossa amei a história, nunca teria pegado para ler esse livro mas agora me interessei!

    ResponderExcluir
  36. Ao ler sua resenha me lembrei do livro Pollyana, talvez pela personagem ser doce, meiga e ter um coração puro. Ela nos ensina a sermos fortes diante das dificuldades e tem também o Xadrez, do qual eu gosto muito, apesar de não saber jogar tão bem quanto eu queria.

    ResponderExcluir
  37. Nossa que história triste.
    Lembrou Pollyana a mim também, o foco do livro na história de uma guriazinha.
    Gostei bastante da resenha, deu muita vontade de ler e ter mil emoções tbm.

    ResponderExcluir
  38. Realmente há várias resenhas diferente sobre esse livro, ao meu ver sempre pareceu muito cópia de Anne Frank pelo nome ser Anny e acontecer depois da 2ª guerra, mas ainda assim gosto da idéia de uma mocinha doce vivendo numa época conturbada, a curiosidade de saber como ela reage a isso tudo fascina.

    (Kauan Pletz)

    ResponderExcluir
  39. amei a resenha do livro, quero lê-lo agora ! (:

    ResponderExcluir
  40. Pela sua resenha , é fato, o livro é muito bom, Quero um pra mim !

    ResponderExcluir
  41. Apesar de ainda nao ter lido esse livro ele e parece ser otimo e muito emocionante, nao vejo a hora de poder ler. Ja t ana minha lista

    ResponderExcluir