O Amante de Lady Chatterley - D. H. Lawrence


O Amante de Lady Chatterley

Autor: D. H. Lawrence

Editora: Martin Claret 
304 páginas
Avaliação: 3/5
Comprar: Submarino / Saraiva

"Constance sentia-se fraca e abandonada sem remissão. Ansiava por um socorro de fora. Mas nenhum socorro lhe vinha. A sociedade é terrível na sua insensatez. A sociedade dos civilizados é louca.'' 

Constance sempre foi uma jovem livre, fazia o que tinha vontade e não tinha medo de falar sobre seus sentimentos, era aberta ao amor e as aventuras sexuais. 

Mas aos 23 anos, ela casou-se com o aristocrata conservador Clifford Chatterley, e após a lua-de-mel, a vida daquele homem mudou completamente, pois ele partiu para a guerra e voltou de lá paralitico.

Com isso, o casal mudou-se para a mansão de Wragby, pertencente a família Chatterley, lugar nada agradável de se viver. Mas Constance ajudava o marido que dependia dela para praticamente tudo, com o tempo porém, o brilho da mulher foi se apagando e ela passou a sentir-se só, inquieta, sentia falta dos prazeres da vida e da liberdade que tanto gostava.

E Clifford, se sentia triste apenas por não ter um herdeiro, pois ele não se importava com relações sexuais, afinal, para ele, o mais importante é estar unido com sua mulher pelo matrimonio, é a força de viver juntos e do companheirismo e não o ato físico. 

" Tudo vazio e morto. Cegamente com uma avidez de mulher, Constance ansiava pela felicidade , pela certeza da felicidade."

Mas Constance estava cansada de tudo isso, até que um dia, ela saiu para um passeio com Clifford e encontraram o novo guarda-caça, Mellors, e com o passar dos dias, Lady Chatterley passou a sentir uma mistura de raiva e desejo por ele, pois ele era diferente dos homens que ela conhecia.

Eles passaram então a ter encontros frequentemente, e assim, ela se sentia mais mulher, mais viva, e passou a desprezar sua vida com Clifford, que era extremamente vazia e a deixava triste e infeliz, com Mellors era diferente, ele mudou a vida de Constance e a fez sentir-se realizada, amada e desejada.

"Mas no intimo de sua consciência continuava em contato com o outro homem. Indispensável não se quebrar o liame que os unia. Oh, se não fosse assim, considerar-se-ia perdida, e completamente perdida, nesse mundo de ricos idiotas e de animais de 
prazer."

O Amante de Lady Chatterley é um clássico com uma história de amor e traição que é muito bonita e envolvente. O livro possui uma linguagem forte e erótica e descreve a divisão das classes sociais no período entre guerras, e os efeitos que isso causou na população. 

É uma leitura inteligente, que possui um amor proibido muito intenso. Quando o autor o escreveu, ele ousou como ninguém ao criticar a existência com base apenas no dinheiro, e por usar uma linguagem extremamente detalhista ao descrever as relações sexuais da mulher que se apaixonou perdidamente por um homem pobre, estando casada com um rico, para época, isso era um ultraje, tanto que o livro foi proibido por décadas, pois era "pornográfico e imoral".

Enfim, o livro é bom, porém, eu achei a leitura um pouco cansativa e iria gostar mais se o autor não fosse tão detalhista, não que ele seja vulgar, mas acredito que poderia falar das relações de Lady Chatterley e Mellors de outra forma, não tão aberta assim, acho que há outras maneira de se descrever uma relação sexual sem usar uma linguagem tão forte.
Mas possui uma história bem bonita!!

Um beijo

19 comentários:

  1. Boa noite Lara,

    Não conhecia esse clássico, gostei da sinopse e a sua resenha esta muito boa e bem esclarecida, muito interessante...parabéns...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiiii, amiga! Quanto tempo eu não apareço por aqui!
    Finalmente leu o livro tão falado pela Lennie! Acabei comprando um dos clássicos que a Lennie tanto fala também, Orgulho e Preconceito da Jane Austen. Estou no início do livro ainda, porque essa semana eu tenho prova de segunda a sexta (affeee --'), mas logo que passar as provas tô vendo que vou devorar o livro da Jane. E depois de Orgulho e Preconceito vou comprar O Amante de Lady Chatterley também. Preciso começar a ler clássicos! hahaha. Vi que você não gostou muito das partes mais "quentes" desse livro, já é uma coisa que você tinha reclamado de outro livro, que eu não recordo o nome, certo?! Eu não tenho muito problema com descrições minuciosas destas relações... até agora pelo menos, mas não vou dizer que não posso me incomodar com isso também, porque as vezes são tantos detalhes que até perde o encanto do romance, né?! Enfim, a sua resenha está ótima, como sempre. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi amiga.
    Nossa, eu nunca tinha lido nenhuma resenha deste livro, gosto de histórias assim, como traições e tal, mas clássicos me cansam, como você mesma disse, o livro foi detalhista demais e a linguagem que usam também me atrapalha um pouco, por isto não costumo ler.....mas que a história é boa isto é.

    Vanessa - Balaio

    ResponderExcluir
  4. Oi Lara,
    Não tinha ainda lido resenha deste livro e acho que vou gostar dele, por mais que seja cansativo gosto quando os autores descrevem detalhes de épocas antigas.
    Bjos!
    Katielle
    www.leituramaravilhosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Primeira vez que leio algo sobre esse livro. Fiquei curiosa! *-*

    =*

    ResponderExcluir
  6. parece um livro relativamente bom =) se encontrar eu leio

    http://himi-tsu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Amo romances de epoca
    E esse livro parece que faz meu estilo
    Amei a resenha

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu não sei, mas esse livro não me atraiu muito. Amo romances e histórias de época por mostrarem questões importantes que estudamos em história. Sou apaixonada por história e livros que retratam, Segunda Guerra Mundial, Ditadura Militar, entre outros são bem meu estilo. Infelizmente não me identifiquei muito com o livro, mas parece-me possuir um enredo muito bom.

    Ah... Larinha. Desculpe-me por não comentar mais frequentemente, isso é porque estou enrolada com umas coisinhas e nem o blog estou conseguindo deixar em dia, porém, assim que minhas férias começarem quinta, estarei mais presente ^^

    Beijinhos,
    Kimy Gabrielli.
    http://blogkimygabrielli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Lembrou-me o estilo de livros de banca. Vc já os leu??? sabe a qual me refiro??? Não estou comprando os autores ou tempo e papel no mundo acadêmico, só a temáticp. ok!!!!
    Fiquei cuirosa. Ótima resenha viu!!!

    ResponderExcluir
  10. Engraçado, eu não me incomodei com a forma aberta que ele trata a relação entre os amantes. O que me irrita, na verdade, é como a obra parece não caminhar. O livro é um dos mais cansativos que já li, e eu amo clássicos. Pra mim foi um pouco decepcionante.

    Beijos,

    Carissa
    http://artearoundtheworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Gostei da trama da história, parece ser bem legal! Principalmente pela crítica da época. Mas provavelmente não irei ler, porque você falou que as cenas das relações sexuais são um tanto fortes, e esse não faz o meu estilo infelizmente. Adorei a resenha.


    beijos, Lu
    Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  12. Eu queria tanto conseguir ler livros de época, mas não consigo! Simplesmente não entra na minha cabeça. Mas esse livro deve ser legal, parabéns pela resenha!

    Beijos,
    http://leianoescuro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Lara :)
    Este livro é um clássico! É ótimo.
    Adorei a resenha, muito bacana você apresentar livros clássicos como esse. (já disse isso antes, mas...haha)

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Um clássico realmente
    E como outros, ainda não tive oportunidade de ler
    Mas essa resenha me passou uma vontade e vou anota-lo aqui

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Esse tipo não faz muito meu estilo, entao com certeza eu não irei ler, apesar de ter história interessante. E concordo com você que há maneiras talvez menos explicitas para se descrever uma relação sexual. Fica muito mais bonito quando se é descrita de forma suave, delicada, amorosa, romantizada mesmo, e não de forma erótica e até mesmo vulgar.

    Beijos
    www.carolinecuri.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia esse livro, mas fiquei curiosa, ele parece ter uma estória muito bonita mesmo, vou tentar ler este livro. E eu adorei resenha, ficou muito boa.
    Beijos.

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Já tinha ouvido falar neste livro e a única coisa que me vinha em mente quando ouvia falar sobre o título era "Erotismo", mas lendo a sua resenha percebi que não é tão forte quanto eu pensava. Claro que uma traição sempre gera um "tabuzinho", mas cheguei a pensar que a coisa era mais intensa.

    Vou acrescentar na lista!

    Bjins

    www.dicasoutravessuras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Nossa, que diferente! Nunca tinha ouvido falar desse livro. Gostei bastaaante! Adoro descobrir livros!!! Parabéns pela resenha. Super amei!
    Tem resenha nova lá no blog! Silêncio de Becca Fitzpatrick. Passa lá! ^^
    Bjão

    www.perdidasnabiblioteca.com

    ResponderExcluir
  19. Não conhecia esse livro, mais parece ser muito boom, amei a resenha...
    Bjoos

    ResponderExcluir