Barcelona

Oii!!!
Hoje tem O Mundo nas Páginas, e vamos conhecer um pouco mais sobre a cidade de Barcelona, palco de diversos livros!

A histórica cidade, a 2ª maior da Espanha, possui grande infraestrutura, beleza e simpatia para receber turistas do mundo todo. É uma cidade que tem um charme especial e único.
Rival de Madri em quase tudo, a capital da Catalunha tem cultura própria e independente. Os barcelonenses não se consideram espanhóis, mas sim catalães.
E consideram o multicampeão time do Barça um dos maiores orgulhos locais.
Enfeitada com o toque das artes, de estilo gótico ao movimento modernista, Barcelona é uma verdadeira exposição ao ar livre. A cidade é grande pólo cultural da Espanha. Um lugar, que conta com diversos monumentos e obras de Picasso, Dali, Miro e Gaudí.


A capital da Catalunha está cheia de pontos e construções históricas para visitar. Afinal, sua origem remonta à era romana.
Vale lembrar ainda que, em Barcelona, a tradição catalã prevalece sobre a espanhola. E isso é motivo de orgulho para povo local, que fala até o seu próprio idioma. Apesar das diferenças regionais, a típica paixão nacional pelas touradas e flamenco também bate forte por lá.


E é nessa cidade que se passam alguns livros... citarei alguns deles:

O Pintor de Sombras - Esteban Martín
Barcelona, finais do séc. XIX. Um dos maiores gênios artísticos de todos os tempos é revelado ao mundo: Picasso. Desde criança que o seu talento irrequieto é avassalador. Picasso é um jovem rebelde que cedo vê os seus estudos acadêmicos serem prejudicados pela sua irreverência. Depois de se apaixonar loucamente por uma mulher, ela abandona-o sem deixar rasto. Ela era a sua musa, a sua inspiração, a primeira mulher que amou verdadeiramente na vida. De coração partido, Picasso começa a procurar consolo na vida boêmia e nos bordéis da rua Avignon. Mas tudo se complica quando alguém parece seguir os seus passos, deixando entre as prostitutas um rasto de mortes violentas que apontam Picasso como o principal suspeito. Uma por uma, as estranhas mortes vão-se tornando cada vez mais violentas e assemelham-se em tudo às que 10 anos antes assombraram as ruas de Londres.


O Jogo do Anjo - Carlos Ruiz Zafón
Aos 28 anos, desiludido no amor e na vida profissional e gravemente doente, o escritor David vive sozinho num casarão em ruínas. É quando surge em sua vida Andreas Corelli, um estrangeiro que se diz editor de livros. Sua origem exata é um mistério, mas sua fala é suave e sedutora. Ele promete a David muito dinheiro e sua simples aparição parece devolver a saúde ao escritor. Contudo, o que ele pede em troca não é pouco. E o preço real dessa encomenda é o que David precisará descobrir.




A sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón
A Sombra do Vento é uma narrativa de ritmo eletrizante, escrita em uma prosa ora poética, ora irônica. O enredo mistura gêneros como o romance de aventuras de Alexandre Dumas, a novela gótica de Edgar Allan Poe e os folhetins amorosos de Victor Hugo. Ambientado na Barcelona franquista da primeira metade do século XX, entre os últimos raios de luz do modernismo e as trevas do pós-guerra, o romance de Zafón é uma obra sedutora, comovente e impossível de largar. Além de ser uma grandiosa homenagem ao poder místico dos livros, é um verdadeiro triunfo da arte de contar histórias.
Tudo começa em Barcelona, em 1945. Daniel Sempere está completando 11 anos. Ao ver o filho triste por não conseguir mais se lembrar do rosto da mãe já morta, seu pai lhe dá um presente inesquecível: em uma madrugada fantasmagórica, leva-o a um misterioso lugar no coração do centro histórico da cidade, o Cemitério dos Livros Esquecidos. O lugar, conhecido de poucos barceloneses, é uma biblioteca secreta e labiríntica que funciona como depósito para obras abandonadas pelo mundo, à espera de que alguém as descubra. É lá que Daniel encontra um exemplar de "A Sombra do Vento", do também barcelonês Julián Carax. O livro desperta no jovem e sensível Daniel um enorme fascínio por aquele autor desconhecido e sua obra, que ele descobre ser vasta. Obcecado, Daniel começa então uma busca pelos outros livros de Carax e, para sua surpresa, descobre que alguém vem queimando sistematicamente todos os exemplares de todos os livros que o autor já escreveu. Na verdade, o exemplar que Daniel tem em mãos pode ser o último existente. E ele logo irá entender que, se não descobrir a verdade sobre Julián Carax, ele e aqueles que ama poderão ter um destino terrível.

Marina - Carlos Ruiz Zafón (Resenha)
Marina, tal como a obra que consagrou Zafón, é um romance mágico de memórias, escrito numa prosa ora poética ora irônica, assente numa mistura de gêneros literários (entre o romance de aventuras e os contos góticos) e onde o passado e o presente se fundem de forma inigualável.
Classificado pela crítica como macabro, fantástico e simultaneamente arrebatador, Marina propõe ao leitor uma reflexão continuada sobre os mistérios da condição humana através do relato alternado de três histórias de amor e morte.
Ambientada na cidade de Barcelona, a história decorre entre Setembro de 1979 e Maio de 1980 e depois em 1995 quando Óscar, o protagonista, recorda a força arrebatadora do primeiro amor e as aventuras com Marina, recupera as anotações do seu diário pessoal e revisita os locais da sua juventude.

A catedral do mar - Ildefonso Falcones de Sierra
Século XIV. A cidade de Barcelona encontra-se no auge da prosperidade; cresceu até ao humilde bairro dos pescadores, cujos habitantes decidem construir, com o dinheiro de uns e o esforço de outros, o maior templo mariano conhecido: Santa Maria do Mar. Uma construção paralela à desditosa história de Arnau, um servo da terra que foge dos abusos do seu senhor feudal e que se refugia em Barcelona. Daqui se torna cidadão e, assim, num homem livre. O jovem Arnau trabalha como estivador, palafreneiro, soldado e cambista. Uma vida extenuante, sempre à sombra da Catedral do Mar, que o tirará da condição miserável de fugitivo para lhe dar nobreza e riqueza. Mas com esta posição privilegiada chega também a inveja dos seus pares, que tramam uma sórdida conspiração que põe a sua vida nas mãos da Inquisição... Lealdade e vingança, traição e amor, guerra e peste, num mundo marcado pela intolerância religiosa, a ambição material e a segregação social. Um romance absorvente, mas também uma fascinante e ambiciosa recreação das luzes e sombras do mundo feudal.




E vocês, já leram algum livro que se passa em Barcelona? 
Um beijão!!!

9 comentários:

  1. Barcelona é linda!! Que sonho.
    Comprei Marina, e espero ler em breve, pois me disseram que o autor descreve muito bem a cidade.
    bjos

    Jack

    ResponderExcluir
  2. A maioria dos livros do Zafon mostra a velha Barcelona,eu já viajei para lá e é exatamente como Zafon descreve em O jogo do anjo. É maravilhosa.A cidade é bem antiga de fato mais é maravilhosa .

    Boa Semana.

    Mariana - worldoftorivega.com/

    ResponderExcluir
  3. Ah, eu ainda irei conhecer essa cidade pessoalmente! *sonha*

    A maioria dos livros do Carlos Ruiz Zafón se passa lá, né? Legal, ainda não li nada dele, mas morro de vontade de ler marina.

    Adorei o post!

    Bj;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  4. Ahhhh, só por ser palco das histórias do meu querido Carlos Ruiz Zafón, já me conquistou de vez. É um lugar encantador mesmo não é, que sonho....

    Vanessa - Balaio

    ResponderExcluir
  5. OMG Barcelona... Eu quero ir um dia... Mas antes vou para os E.U.A rsrs

    Amei o post... Beijos
    Lucas - ESCONDIDOS NO LIVRO!

    ResponderExcluir
  6. Barcelona é linda, tenho vontade de conhecer.
    Desses livros, já li os de Zafón, e gostei de todos.
    Achei interessante O Pintos de Sombras, não conhecia.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Lara! Adorei esse post! Que lugar lindo... tem uma amiga minha que é louca pelo Barça! O time é realmente ótimo! rsrs


    Beijos!

    Marcelle
    http://bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Nossa sou louca para conhecer Barcelona!
    Vou tentar ler um desses livros para conhecer mais sobre a cidade!
    Adorei o Blog.
    http://iloveandyoulike.blogspot.com/
    Ps: Barcelona the best team ever

    ResponderExcluir
  9. Não lembro de nenhum livro (lido) que Barcelona foi cenário - apesar de conhecer alguns títulos, como Marina, é claro -, mas é uma cidade com uma história fantástica. Principalmente pela cultura catalã.
    E acredito que o Barcelona seria motivo de orgulho pra qualquer cidade rsrs Time fantástico kkkk

    Beijos e parabéns pelo post :D
    Ricardo - www.overshock.blogspot.com

    ResponderExcluir